© 2019 por ABTX  Orgulhosamente criado por shark

Fonte: adaptado de Uptodate

Como é o transplante de pulmão? 

Há diferentes tipos de transplante de pulmão:

 

  • Bilateral - os dois pulmões são trocados. É o tipo de transplante realizado com maior frequencia na atualidade.

  • Unilateral - apenas um dos pulmões é trocado

  • Lobar - um pulmão do receptor é substituído por um lobo (uma parte do pulmão) do doador, realizado geralmente em crianças ou em receptores pequenos. 

O tipo de transplante de pulmão depende da doença e de características do receptor.

Porque eu preciso de um transplante de pulmão ? — O transplante de pulmão é indicado em  doenças pulmonares crônicas na sua  fase avançada, quando já foram otimizadas todas as formas de tratamento disponíveis, sejam elas clínicas ou cirúrgicas. 

As principais doenças pulmonares com indicação de transplante pulmonar são: 

  • Doença pulmonar crônica obstrutiva (DPOC)

  • Fibrose pulmonar

  • Fibrose cística e outras causas de bronquiectasias

  • Hipertensão arterial pulmonar

TRANSPLANTE DE PULMÃO

O Transplante de Pulmão é uma opção de tratamento bem estabelecida para algumas doenças pulmonares crônicas em fase avançada.

Fonte: Jornal Brasileiro de Pneumologia, 2015.

 

Como é feito o meu encaminhamento para o transplante de pulmão — Caso você seja portador de uma doença pulmonar em fase avançada, com indicação de  transplante de pulmão, o seu médico irá encaminhá-lo para um centro de referência em transplante de pulmão para uma avaliação. Você será avaliado de forma minuciosa, por uma equipe multidisciplinar composta por profissionais de diferentes especialidades (pneumologia, cirurgia torácica, infectologia, fisioterapia, nutrição, psicologia, enfermagem, serviço social, entre outros). A equipe avaliará os riscos e os benefícios do transplante.

 

O transplante de pulmão de doador vivo é uma condição rara, limitado ao transplante de crianças, onde é possível a doação de uma parte de um dos pulmões.

 

O transplante de pulmão na grande maioria, ocorre por meio de um doador falecido. Porém a disponibilidade de pulmões para o transplante geralmente é menor em relação aos outros órgãos, pois os pulmões do doador falecido estão mais sujeitos à infecção, o que pode inviabilizar o procedimento. Caso a indicação seja de transplante pulmonar bilateral é necessário que o tamanho do doador e do receptor sejam muito próximos.

O que eu posso fazer, para me preparar para o transplante de pulmão ? 

  • Fazer exercícios regularmente – Isto vai ajudar melhorar a sua qualidade de vida e a sua capacidade física, proporcionando também uma melhor recuperação após o transplante de pulmão. 

  • Dieta saudável – Vai melhorar o seu estado nutricional. A desnutrição ou a obesidade aumentam o risco de complicações no pós-operatório, podendo contraindicar o transplante. 

  • Tome as vacinas que seu médico recomendar – isto inclui a vacina contra gripe e a vacina anti-pneumocócica. Estas vacinas ajudarão a prevenir infecções que podem prejudicar a sua saúde

  • Pare de fumar – Você precisará parar de fumar um período de tempo antes de entrar para a lista de transplante de pulmão.

O que acontece quando surge um pulmão para doação ? — Quando surge um potencial doador de pulmão, a lista de transplante é consultada, e a sua equipe médica é avisada. É importante que as pessoas que aguardam na lista, tenham um meio em que possam ser contatadas rapidamente. Você deverá morar idealmente em local que permita a chegada rápida ao hospital, conforme orientação da sua equipe médica. 

 

 

O que acontece após o transplante de pulmão ? — Após a cirurgia, a maioria das pessoas permanece no hospital por algumas semanas. No hospital e após a alta, você realizará exames periódicos para monitorar a função dos seus pulmões e investigar possíveis complicações.  A avaliação geralmente é feita por meio de exame de função pulmonar (espirometria), radiografia de tórax ou tomografia de tórax,  exames de sangue e broncoscopia (endoscopia dos pulmões).

Quais problemas podem aparecer após o transplante de pulmão ? O transplante de pulmão leva à melhora da qualidade de vida e da capacidade física do transplantado, permitindo muitas vezes o retorno ao trabalho,  porém é um procedimento de alta complexidade, com a possibilidade de algumas complicações:

  • Rejeição aguda ou crônica 

  • Infecções respiratórias ou de outros locais 

  • Efeitos colaterais dos medicamentos imunossupressores a curto e longo prazo

Siga sempre as orientações da equipe médica.

 

O UpToDate é um recurso de informações médicas online que os pacientes podem utilizar para saber mais sobre uma patologia, compreender melhor as opções de tratamento e encontrar informações para melhorar o diálogo com seus prestadores de cuidados. O UpToDate fornece informações médicas oficiais e aprofundadas, incluindo recomendações baseadas nas evidências mais recentemente publicadas. Os pacientes podem visualizar centenas de tópicos grátis ou assinar para obter acesso a milhares de tópicos mais avançados. O UpToDate é o recurso confiado por médicos em todo o mundo e é utilizado pela maioria dos centros acadêmicos de medicina nos Estados Unidos. Acesse www.uptodate.com/home/uptodate-benefits-patients